Último Recado
COLUNISTAS » WEBSTON MOURA

Orçamento participativo é democracia direta

Postado em 09/04/2012
PUBLICIDADE

Referimo-nos ao país, unidade-identidade maior, mas moramos mesmo é no município, mais precisamente onde se desenrola a maioria das nossas convivências: no bairro. E eu moro aqui na Catumbela, em terras que antes pertenceram à família do velho Boanerges Cavalcante, que não cheguei a conhecer, mas cuja história (suas versões) já me relataram. Daria samba-enredo, livro, filme.

 

Quando cheguei a Russas, em 1988, o que havia nessas terras era um grande cercado, um carnaubal misturado a plantas de pequeno porte e o mais que isso comporta. À frente, as casas dos filhos do velho Boanerges. Nos fundos, o famoso Cabelo de Nêgo, um lugar agradável, de mães zelosas, pessoas batalhadoras, crianças esquecidas pelo poder público. À época, era assim. Contudo, havia solidariedade e alegria. Do outro lado, à beira da avenida, o Dona Afra, que, à época, era só um loteamento.

 

De lá pra cá tudo foi ocupado, muitas casas, muitas famílias, russanos e não-russanos, pessoas que até hoje aguardam que aqui haja a pavimentação das ruas. E outros investimentos. É impressionante que nosso prefeito, todos os seus secretários e os dez vereadores que temos não tenham agido a tempo de pavimentar esse bairro, um lugar de muitos eleitores, que agora não acreditam que isso venha a acontecer até dezembro. Dá tempo, hein!

 

Só no ano passado, as receitas do município de Russas, segundo o Portal da Transparência dos Municípios do Estado do Ceará, somaram R$ 88.925.309,41, e, ainda assim, não houve dinheiro para a pavimentação da Catumbela! Por que, senhor prefeito e senhores vereadores?

 

E esse bairro foi projetado sem que deixassem um espaço para uma praça, pequena que fosse. É como se os moradores daqui não precisassem disso. Como outras periferias de Russas, a Catumbela só é assunto quando ocorre ou crime, ou similares.

 

Tudo isso em Russas pode mudar a partir do momento em que houver orçamento participativo, pois assim o poder público, antes de aprovar as verbas e seus destinos, consultará os moradores de cada bairro, de cada localidade sobre as suas reais necessidades. Junto disso, precisamos desenvolver mais a idéia do municipalismo e da valorização das periferias. A maioria da população da cidade de Russas não mora na Avenida Dom Lino, mas nos bairros periféricos. Voto por voto, o nosso tem o mesmo peso, sendo que se nos juntarmos numa causa, ganharemos, pois somos mais pessoas.

 

O abandono que agora sofremos terá seu pagamento nas urnas.

WEBSTON MOURA

WEBSTON MOURA

Webston Moura é um livre-pensador com os pés na democracia e os olhos no cotidiano.Poeta e idealista, expõe seus pensamentos nos blogs O Araibu e Arcanos Grávidos.
Comentários

© 2002 - 2017 RussasNET.com.br

Russas na Internet - Todos os Direitos Reservados

• Coberturas particulares, anunciar no site
• Locação de projetor e telão, animações e vídeos
• Sistemas, websites, marketing digital

curta nossa fan page

siga-nos no twitter

recomende ao google